this for escaping w3 validation warning

Publicações



Soluções Contra Infiltrações

O verão pode até ter acabado, mas as fortes chuvas ainda não, e com elas surgem infiltrações de canto de janela, pelo lado interno dos ambientes: é um sinal de que a vedação da esquadria precisa ser refeita.

De acordo com Marcelo Palermi, instrutor de práticas profissionais do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), isso ocorre por dois motivos: o primeiro é a má execução da janela, durante a obra. O outro, mais comum, é pura falta de manutenção.

“Todo o contorno da esquadria deve estar bem vedado. Mesmo assim, a manutenção periódica das vedações é essencial, porque o ressecamento de componentes e acessórios da caixilharia ocorre com a ação do tempo, ao longo dos anos”, informa.

Se a infiltração aparecer, o pedreiro deve, antes, verificar se não existem falhas construtivas ou fendas entre a esquadria e a alvenaria. Pode ser que a estrutura do imóvel esteja comprometida.

Outra recomendação é checar a qualidade dos materiais usados na vedação, ou se eles estão ressecados. “Primeiro, o profissional remove o desgastado. Depois, aplica argamassa e silicone estrutural, para corrigir os pontos de infiltração”, explica o instrutor.

É preciso lembrar que o silicone só é aplicado na finalização da esquadria, depois de curado o material cimentício.

Vedação bem feita
Um contramarco de acordo com referências de esquadro, nível e prumo será instalado antes de começar o serviço. Chumbado, na sequência, seu espaço interno é completamente preenchido com argamassa comum. “O acabamento interno da janela só deve ser feito depois da secagem dessa camada de fixação. O revestimento externo precisa ter um canal, entre o alumínio e a alvenaria, para a aplicação do silicone estrutural”, relembra Palermi.

Boa alternativa vedante para portas e janelas é a espuma de poliuretano, muito usada no preenchimento, fixação, selagem e isolamento de juntas e espaços vazios. O material também é aplicado após a fixação do contramarco com chumbadores, e a execução é rápida e fácil. Sua durabilidade de cinco anos faz essa opção compensar mais

Antes de aplicar, é preciso limpar bem a superfície a ser vedada, deixando-a umedecida (mas não encharcada). Verifique, então, se o vão está nas medidas corretas: um centímetro livre para cada lado do caixilho ou batente.

“Abra e feche a porta várias vezes antes de aplicar, em busca de imperfeições que precisem ser corrigidas. Depois, aplique de 15 cm a 20 cm de espuma em três pontos de cada lado do batente, e aguarde oito horas para fixar as guarnições”, finaliza Palermi.

Fonte: Mapa da Obra

FALE CONOSCO

Temos o produto ideal para seu projeto!